Tudobox

Câncer de Mama

Informações importantes sobre a detecção e tratamento da doença.

O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres em todo o mundo, sendo a segunda maior causa de morte por câncer na população feminina.

Homens também são atingidos pelo câncer de mama em razão da similaridade entre os tecidos em ambos os sexos, embora seja algo menos comum.

O câncer de mama, assim como os demais, pode passar pela metástase e se expandir por outras partes do corpo, o que torna importante o diagnóstico precoce, aumentando as chances de sucesso no tratamento, que será menos agressivo quanto mais cedo for iniciado.

O mal ocorre quando as células da mama passam a se dividir e se reproduzir de forma muito rápida e desordenada.

Os fatores de risco passam pela idade, sendo mais comum em mulheres acima de 50 anos; exposição excessiva a hormônios, como em terapia de reposição hormonal ou uso de anticoncepcional; radiação, que faz parte do tratamento de algumas doenças; dieta pouco saudável; sedentarismo e pré-disposição genética com histórico familiar.

Quanto aos sintomas, o câncer de mama não causa dor. Os sinais envolvem o surgimento de nódulos ou endurecimento da mama ou da região abaixo do braço; mudança no tamanho, formado da mama, coloração ou sensibilidade da mama; secreção; retração da pele ou inchaço significativo.

Geralmente a mulher é a responsável por detectar a primeira suspeita do câncer. É importante que ela conheça as suas mamas e saiba quando alguma coisa anormal está acontecendo. Alterações agudas não devem ser ignoradas e a mulher deve procurar o seu médico para realização do diagnóstico.

Se o tumor for pequeno, em fase inicial, o tratamento consiste em procedimento cirúrgico pelo qual o tumor será extraído, talvez juntamente com parte da mama. Após isso uma análise definirá se a mulher será encaminhada para radioterapia.

Caso a doença esteja mais avançada, com um tumor maior, nódulos axilares comprometidos ou envolvimento de outras áreas do corpo, também poderá ser indicada a quimioterapia ou hormonioterapia.

----------
Atenção! Este artigo trata de assuntos relacionados a saúde. As informações aqui contidas possuem caráter preliminar, genérico e educacional, não substituindo de nenhuma forma as orientações de seu médico. Você não deve se determinar pelos dados aqui contidos. Consulte sempre um profissional e siga o tratamento por ele prescrito.










Redes Sociais






Todos os direitos reservados

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização

Editorial | Política de Privacidade | Contato