Tudobox

Como Resguardar a Segurança das Crianças em uma Casa com Piscina

Ter uma piscina em casa implica na observação de cuidados extras com as crianças. Saiba o que fazer.

Como vivemos em um país tropical, a tentação de ter uma piscina em casa é muito grande. A possibilidade de se refrescar na água em dias de folga e finais de semana, reunindo os amigos, é um grande atrativo.

Entretanto, crianças pequenas correm efetivo risco de vida em um ambiente com piscina, o que exige cuidados especiais para resguardar a segurança dos pequenos.

Se você tem, ou pensa em ter uma piscina em casa, onde há crianças, observe as orientações abaixo:

• Adote o sistema de supervisão. Ensine as crianças que elas nunca devem se aproximar da piscina sem a supervisão de um adulto responsável;

• Instale uma cerca de tela ao redor da piscina. A cerca deve ser alta o suficiente para que as crianças não a pulem e deve permitir a visão através dela, de modo que a piscina possa sempre ser visualizada.;

• Não deixe próximo a cerca objetos que possam ser escalados pelas crianças para saltá-la;

Inspecione a cerca regulamente para detectar possíveis rasgos ou outras falhas que comprometam sua finalidade;

• Após usar a piscina, remova do local todos os brinquedos. Se lá ficarem, eles podem chamar a atenção das crianças e motivar a aproximação;

• As crianças devem aprender a nadar se houver uma piscina em casa. Este passo é importante, mas não substitui os demais cuidados. Mesmo que a criança saiba nadar ela corre efetivo risco de afogamento se cair na piscina de forma desapercebida;

• Os adultos devem aprender noções de primeiros socorros para saber como proceder em caso de afogamento;

• Os telefones devem estar sempre ao alcance e funcionando. Números de emergência devem estar bem visíveis.










Redes Sociais






Todos os direitos reservados

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização

Editorial | Política de Privacidade | Contato