Tudobox

Mau ou Mal - Saiba Quando Usar

Saiba diferenciar quando devem ser utilizados os termos mau ou mal.

A língua portuguesa pode não parecer fácil em determinadas circunstâncias. Uma dúvida frequente surge quanto ao uso dos termos "mau" ou "mal". Quando cada um deve ser utilizado? É isso que passamos a explicar de maneira simples.

MAU é um adjetivo. Ou seja, indica uma qualidade ou atributo. E para facilitar a identificação, saiba que ele é o antônimo de BOM.

Vejamos alguns exemplos:

"Ele é um mau jogador."
"Ele é um bom jogador."

"Ele estava de mau humor."
"Ele estava de bom humor."

"Aquele personagem é mau."
"Aquele personagem é bom."


MAL pode ser um advérbio, uma conjunção ou um substantivo. Como advérbio ele é o antônimo de bem. Como conjunção ele equivale a "assim que". E como substantivo ele indica uma doença ou defeito.

Vejamos alguns exemplos:

"Ele está jogando mal."
"Ele está jogando bem."

“Mal saiu de casa, começou a chover.”
“Assim que saiu de casa, começou a chover.”

"Ele está no hospital tratando de um terrível mal."
"Ele está no hospital tratando de uma terrível doença."

"O mal dele é o excesso de confiança."
"O defeito dele é o excesso de confiança."


Como regra geral, se você estiver em dúvida entre o uso do "mau" ou "mal", verifique se ele pode ser substituído por "bom" como antônimo. Se não puder, a palavra adequada deve ser "mal".










Redes Sociais






Todos os direitos reservados

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização

Editorial | Política de Privacidade | Contato