Tudobox

Grandes Navegações

Saiba quais são os fatores que impulsionaram as grandes navegações.

Ao final da idade média a Europa enfrentava problemas na comercialização de produtos originados de países como a China e Índia. Não havia, por exemplo, uma grande disponibilidade de moedas devido a escassez de metais preciosos.

Os produtos originados dos países citados passavam por um grande número de atravessadores em sua viagem até o local de destino para comércio, o que elevava excessivamente os preços praticados.

Com isso, a expansão da economia europeia se encontrava severamente prejudicada, o que impulsionou a busca por uma resolução que veio através do processo de navegação.

Foram buscadas assim novas rotas comerciais por via marítima para eliminar os atravessadores e reduzir os custos das mercadorias. Mas estas navegações serviram ainda para encontrar novas terras que pudessem servir como colônicas de exploração.

De tais colônias puderam ser extraídos metais preciosos que solucionaram os problemas da escassez de moedas.

O fortalecimento das monarquias europeias também tiveram papel importante para estabelecer padrões monetários que favoreciam o comércio.

As expedições marítimas, entretanto, não eram patrocinadas apenas pelo estado, mas também pela classe burguesa que tinha interesse direto nestas novas oportunidades.

Todos estes fatores contribuíram diretamente para as grandes navegações que se sucederam expandindo o alcance dos europeus a diversos outros pontos do globo resultando, inclusive, na colonização do Brasil










Redes Sociais






Todos os direitos reservados

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização

Editorial | Política de Privacidade | Contato