Tudobox

Sintomas da LER/DORT

Saiba como identificar os sintomas das Lesões por Esforço Repetitivo e seus estágios.

Dentre os sintomas das LER/DORT, o mais freqüente é a dor, que surge lentamente e com o tempo se torna cada vez mais contínua e intensa, de modo a afetar a produtividade a qualidade de vida do trabalhador.

De acordo com a gravidade dos sintomas, poderá ser atribuída à LER/DORT o grau em que se encontra. A identificação do grau é importante para determinação do tratamento a ser realizado.

Os sintomas são os seguintes:

Grau 1: Surge uma sensação de desconforto no membro afetado. Alguma dor não muito forte poderá surgir eventualmente durante a execução de trabalhos, embora não represente impedimento para continuação das atividades.

Grau 2: Aqui a dor será mais freqüente e intensa, mas ainda será tolerável, permitindo a realização das tarefas, embora atrapalhe o desempenho quando um maior esforço for exigido. Poderão ocorrer também formigamentos e leve perda de sensibilidade, além de serem perceptíveis nódulos no local atingido.

Grau 3: Neste estágio a dor será mais forte e persistente, sendo perceptível o local de onde se origina e não cessará completamente com o repouso. A força do músculo será reduzida e a produtividade, inevitavelmente, cairá. Haverá inchaço e sensibilidade será irregular. O simples ato de apalpar o local causará dor e o trabalho geralmente será contra-indicado, pois poderá agravar a situação.

Grau 4: Caracterizado por dor forte, persistente e não raras vezes insuportável, principalmente ao movimentar o membro, embora exista dor até quando a pessoa estiver imóvel. A perda de força e coordenação dos movimentos do músculo também é perceptível. Há inchaço e podem ocorrer atrofias. A invalidez para o trabalho é inevitável neste estágio e até mesmo as atividades do cotidiano serão prejudicadas. Não raramente haverá quadro de ansiedade e depressão, sendo que a reabilitação é muito difícil.

Normalmente os sintomas acima serão verificados nas mãos, nos punhos, nos antebraços, nos cotovelos, braços, ombros e pescoço.

Se você sentir algum desses sintomas, procure auxílio médico, pois quanto mais cedo for diagnostica a doença, mais eficiente será o tratamento.

----------
Atenção! Este artigo trata de assuntos relacionados a saúde. As informações aqui contidas possuem caráter preliminar, genérico e educacional, não substituindo de nenhuma forma as orientações de seu médico. Você não deve se determinar pelos dados aqui contidos. Consulte sempre um profissional e siga o tratamento por ele prescrito.








Todos os direitos reservados

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização

Editorial | Política de Privacidade | Contato