Tudobox

Sobre o Assédio Moral e Sexual

Saiba detectar a ocorrência deste mal no ambiente de trabalho.

A violência de cunho moral ou sexual no ambiente de trabalho é um problema antigo, sendo necessário que a sociedade adquira consciência e busque soluções para a questão.

Neste sentido, é preciso que os agressores sejam identificados por meio de suas ações, buscando-se um resgate da dignidade da vítima.

Assédio moral pode ser definido como uma conduta abusiva que causa danos à dignidade ou à integridade psíquica ou física do agredido. Essas atitudes costumam macular o ambiente de trabalho ameaçando o emprego da vítima.

As atitudes mais freqüentes do agente ofensor geralmente envolvem:

• instruções de tarefas confusas e imprecisas ao empregado, ou outras formas de dificultar seu trabalho;
• atribuição de erros inexistentes ao empregado;
• exigir tarefas urgentes, embora desnecessárias;
• sobrecarregar o empregado com tarefas excessivas;
• ignorar o empregado na presença dos outros;
• fazer brincadeiras de mau gosto em público;
• impor horários anormais injustificadamente;
• retirar, sem justificativa, suas ferramentas de trabalho;
• agressão física ou verbal;
• revistas vexatórias;
• restrição ao uso de sanitários;
• ameaças;
• insultos;
• isolamento.

Assédio sexual envolve uma abordagem inoportuna com conotação sexual ou insistência por parte de um superior hierárquico. Trata-se de um crime previsto no artigo 216-A do Código Penal.

Como exemplos de Assédio Sexual podemos citar piadas, comentários, carícias ou pedidos de favores sexuais indesejados, represálias, intimidação, ameaças, recusa de promoção, demissão ou outras injustiças associadas a uma recusa de favores sexuais.










Redes Sociais






Todos os direitos reservados

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização

Editorial | Política de Privacidade | Contato